Análise | Batman (1989)

5 (100%) 1 vote

Com a cidade tomada pelo crime os esforços do promotor Harvey Dent e do comissário de polícia James Gordon não surtem efeito, uma vez que até a polícia local fora tomada pela corrupção e para piorar tudo, o Coringa (Jack Nicholson), um insano psicopata que antes atendia pelo nome de Jack Napier, quer aterrorizar os moradores de Gotham City de diversas formas possíveis, cabendo somente a um homem lutar de igual pra igual com o palhaço do crime. Após testemunhar a morte de seus pais quando criança, Bruce Wayne (Michael Keaton)decide lutar contra a escoria criminosa na cidade onde vive, e para colocar medo no coração dos vilões, o milionário se veste como o homem morcego que assombra todos os criminosos da cidade, conhecido como Batman. O longa busca inspirações principalmente em A Piada Mortal de Alan Moore, lançada em 1988 e é simplesmente divino.

A primeira vez que vi esse filme foi em canal aberto e no dia seguinte, todo garoto do bairro ou colégio queria ser o Batman, esse era o nível de empolgação das crianças da época, imagina só a empolgação dos fãs que acompanham o cavaleiro das trevas assiduamente? Dirigido por Tim Burton e distribuído pela Warner BrosBatman é um incrível filme de super herói lançado em 1989 e que a principio, não foi visto com bons olhos durante sua produção. Parte disso por conta da escolha do diretor e da escalação do ator principal, Keaton para viver o Sr. Wayne. E não estamos falando de uma birra de adolescentes não. Os estúdios da Warner Bros receberam 50 mil cartas contestando a escolha de Michael Keaton como Batman, parte disso porque em 1988 Keaton era mais conhecido por atuar sempre em comedia. E não foram somente os fãs que desaprovaram o cara como um bom Bruce Wayne. Bob Kane (criador do Batman), Sam Hamm (Roteirista do filme) e Michael Uslan (Produtor do filme) também torceram o nariz. As opções para escolha do cavaleiro das trevas daquela época eram grande: Alec Baldwin, Jeff Bridges, Emilio Estevez, Matthew Broderick, Kevin Costner, Tom Cruise, Michael J. Fox, Harrison Ford, Robert Downey Jr., Kevin Spacey, Patrick Swayze, Dennis Quaid e muitos, muitos outros atores. Até Adam West, o ator da série de Tv baseado no Batman queria o papel do homem morcego. Mas o próprio Burton aprovou a escolha juntamente com Kane. Para acabar com as criticas, um trailer de 90 segundos foi liberado em um cinema na Califórnia, detalhe: sem qualquer aviso prévio. Ao final do trailer, todos aplaudiram de pé!

Com Jack Nicholson a história foi diferente. O ator recusou o papel e os produtores procuraram Robin Williams que aceitou de imediato. Os produtores foram até Nicholson e  disseram que o papel ficaria com Williams se ele recusasse. Nicholson aceitou o papel e a Warner Bros rompeu com Williams, que ficou bastante irritado por ter sido usado. Tão irritado ao ponto de recusar o papel de Charada em Batman Eternamente. No contrato de Nicholson havia uma cláusula que dava a ela uma porcentagem do faturamento total do filme. O ator recebeu 60 milhões por interpretar o coringa, o maior cachê já pago a um ator por um único filme até 2003. Outros atores estiveram cotados para o papel de palhaço do crime alem de Williams: Willem DafoeDavid BowieJohn LithgowTim Curry James Woods. No fim, Nicholson era a pessoa certa.

Apesar de o morcego possuir vários interesses amorosos nos quadrinhos, a Mulher Gato é com certeza a favorita dos fãs. Mas neste longa que é tido por muitos como uma das melhores adaptações já feitas, os roteiristas e o diretor optaram por colocar a repórter Vicki Vale como amor do homem morcego. Acontece que a atriz escolhida para viver a repórter era Sean Young que durante as filmagens fraturou a clavícula, numa cena em que precisava montar um cavalo, cena essa que foi excluída do corte final. A atriz então foi substituída por Kim BasingerMichael Jackson foi convidado para compor canções para a trilha sonora. Infelizmente, por conflitos com a agenda, o rei pop ficou de fora do longa. 

Há quem critique o filme, seja pela origem do morcego com o Coringa matando os pais de Bruce ou por Batman ter permitido que uma repórter entrasse em sua bat-caverna. O fato é que o filme foi orçado em 35 milhões e arrecadou 400 milhões em todo o mundo. Sucesso totalmente merecido, seja pela arte, pelo roteiro, pela escolha dos atores ou simplesmente por nos dar a primeira adaptação digna do Batman.

 

Nota:

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: