Análise do trailer final de Animais Fantásticos 2

5 (100%) 7 votes

O trailer final de Animais Fantásticos – Os Crimes de Grindelwald chegou mantendo a qualidade do material outrora mostrado e trouxe, ainda, a confirmação de teorias fortemente debatidas pelos fãs e do tom sombrio que permeará o segundo filme da franquia. Se o perpassar dos filmes da saga Harry Potter já endureceu as vivências dos personagens principais, o que dirá da nova fase do universo bruxo, que deixa de lado a pegada adolescente para abraçar toda a sobriedade e amadurecimento da história multifacetada criada por JK Rowling. Vamos na presente postagem, então, dissecar um pouco das informações que já extraímos de todos os trailers lançados.

1. NAGINI

Imagem relacionada

A principal teoria dos fãs sobre Animais Fantásticos 2 foi finalmente confirmada: Maledictus é, de fato, Nagini, a cobra de Voldemort que aparece na história principal do universo bruxo. A confirmação fez com que a imaginação dos fãs acerca da trajetória da personagem fosse longe e correlações com passagens dos livros já foram feitas. Em A Ordem da Fênix, após Arthur Weasley, pai de Rony, ser atacado por Nagini, os funcionários do hospital em que o bruxo ficou internado afirmaram que o veneno presente nas feridas não correspondia a nenhuma cobra por eles conhecida ou já catalogada. Isso apenas fomenta a confabulação de que J. K. construíra Nagini como, de fato, uma mulher transformada em cobra. Ademais, a própria origem etimológica do nome: o nome Nagini vem dos Naga, criaturas serpentinas da mitologia Indonésia. Em lendas, são retratados como metade homem, metade serpente. Nagini cometeu horrores por Voldemort, e pensar o que levou a personagem a passar grande parte de sua vida totalmente transformada, como cobra, ao lado de uma grande figura do mal, nos leva a uma complexa viagem.

 

2. NICOLAU FLAMEL

Imagem relacionada

A presença de Nicolau Flamel em Animais Fantásticos 2 expande os horizontes e ainda traz uma conexão incrível com A Pedra Filosofal. Se analisarmos uma das primeiras vezes em que Dumbledore é mencionado no primeiro filme, vemos que sua figura é associada a Nicolau Flamel, com quem realizou os experimentos de alquimia relacionados com a pedra filosofal. Já amigos à época, Dumbledore manda Newt a encontro de Flamel, e passagens do último trailer sugerem que o protagonista e Jacob passaram por seu laboratório, em Paris (já que o cenário em que Flamel e Jacob se cumprimentam sugere fortemente a casa do alquimista). A incrível história de Nicolau, seus experimentos com a pedra e sua idade extremamente avançada são pontos fantásticos que indubitavelmente enriquecerão a magia do filme.

3. A RELAÇÃO DE DUMBLEDORE COM NEWT

A relação de Dumbledore e Newt é indubitavelmente colocada em paralelo com a do diretor com Harry Potter. Muitos fãs questionam o porquê, mais uma vez de, Dumbledore repassar o trabalho pesado para outra pessoa ao invés de resolver a situação com as próprias mãos (utilizando uma expressão advinda dos livros, “como um porco indo para o abate”). Não é incorreto dizer, no entanto, que Dumbledore tinha suas razões (por mais que discordemos delas) nas duas situações. Na ocasião narrada em Animais Fantásticos, a relação de Dumbledore com Grindelwald é claramente passional, envolve muitos sentimentos conflitantes do diretor e atrapalha sua ação contra o bruxo do mal. Por isso, Alvo entende por bem que é melhor contar com Newt para colocar em prática o plano por ele arquitetado de derrubada de Grindelwald. Ademais, sabemos que um confronto acontecerá entre os dois velhos amigos, mesmo com Dumbledore envolvendo o ex-aluno na situação.

4. O SOFRIMENTO DE QUEENIE

Queenie está, sem sombra de dúvidas, diferente no segundo filme de Animais Fantásticos. A outrora sorridente e charmosa personagem, com roupas elegantes, mas alegres, teve uma mudança até mesmo nos tons do figurino. As cenas em que aparece nos trailers remetem à solidão, tristeza e confusão. Conforme informações passadas pelo elenco, Queenie, inconformada com as severas leis americanas que proíbem o envolvimento de bruxos com trouxas, leva Jacob, com a memória recém apagada, para Londres, onde o entendimento acerca do assunto é mais brando. O trouxa, no entanto, não se vê totalmente feliz – confuso, longe de sua terra natal e no meio de uma crise no mundo bruxo. Com sua legilimência, Queenie consegue perceber a insatisfação de seu amado e consequentemente fica extremamente infeliz. Não sabemos, ainda, o que tal frustração pode ocasionar e como seu destino pode ser modificado com o abatimento. A tensão entre casais não se limita a Queenie e Jacob: como também fora confirmado pelo elenco, Newt e Tina também estão enfrentando uma crise, e mal aparecem juntos nas cenas já mostradas.

5. O ESPELHO DE OJESED

Mais uma correlação com o primeiro livro da saga de Harry Potter foi feita em Animais Fantásticos, para a grande alegria dos fãs: quem não se lembra do pequeno Harry perguntando a Dumbledore o que o diretor via no espelho? A resposta obtida à época fora de que ao se mirar no espelho, se via segurando um par de meias. Agora, podemos finalmente saber o que Dumbledore vê no espelho: Grindelwald. É possível acreditar que enxergar o bruxo do mal no espelho que mostra os desejos mais desesperados do coração já é um indicativo inafastável de envolvimento amoroso. É interessante observar, também, que Dumbledore vê a si mesmo e a Grindelwald jovens (quando ocorreu o relacionamento entre os dois) e, para a cena, foram escalados os atores que originalmente os interpretaram em Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Fica de olho na coluna do PotterMax para saber mais teorias e interpretações acerca dos trailers já publicados (visto que as cenas exibidas já dão muito pano para a manga). Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald chega aos cinemas no Brasil no dia 15 de novembro de 2018.

Leave a Reply

%d bloggers like this: