Batman: Arkham Knight l O canto do morcego

5 (100%) 1 vote

Para quem acompanhou o final do Batman: Arkham City e ficou  desesperado com o desfecho e o futuro da série, sabe que Batman: Arkham Knight trazia o peso de uma grande responsabilidade: concluir a maior saga de um super herói nos videogames. O sistema de combate já beirava a perfeição em todos os títulos da série, a maioria dos vilões já havia sido explorado em quase todo seu potencial e a repetitividade que virou reclamação em Batman: Arkham Origins ameaçava o último título da série Arkham. O que o jogo tinha a seu favor era o poder gráficos das máquinas da nova geração, como o Xbox One e Playstation 4, onde o salto gráfico iria resultar no Batman mais bonito já feito. O elemento surpresa apareceu na boxart do jogo e nos seus primeiros trailers, nada menos que o Batmovel. Finalmente, seria possível dirigir a caranga do morcegão nas ruas de Gotham em grande estilo. É empolgante lembrar das possibilidades dentro desse jogo com o tanque/carro que fez os fãs enlouquecerem na época. Apesar de tudo, o hype em cima do jogo só aumentava e trazia dois novos grandes antagonistas: O Espantalho e o misterioso novo vilão Arkham Knight.

O melhor amigo de Batman tem quatro rodas.

Visualmente, o jogo nunca decepcionou, e Batman : Arkham  Knight conseguiu ser o jogo mais belo da série. O efeito da chuva, Gotham City sitiada pela ameaça do Espantalho está ainda maior e mais bela. Batman agora possui uma armadura nova com um design incrível e intimidante. Era notável a evolução do herói que se tornou ainda mais poderoso e te faz passar essa sensação na primeira cena do jogo, quando  o acesso ao Batmovel já é disponibilizado no início do game. Sem arrodeios, poder sair quebrando na cidade com incrível efeitos sonoros te faz sentir na pele do Batman como nunca. O carro possui seus próprios gadgets e um modo tanque que é necessário ser usado em alguns momentos, principalmente quando Batman luta contra outros tanques que dominaram Gotham. A sensação é que a cidade está em guerra, semelhante ao que sentimos ao ver Bane nas telonas no terceiro filme da saga Nolan.

Um mundo aberto ainda maior e mais belo, mas sempre sombrio.

Infelizmente, após algumas horas com o batmovel as coisas acabam não ficando tão legais assim, pois o jogo cria situações que te forçam a usar ele o tempo inteiro, como em alguns puzzles que achei bem irritante. Algumas pessoas reclamam das batalhas contra tanques e talvez  seja o elemento “menos Batman” dentro do game. Afinal, é trocar tiro sem parar contra inimigos aleatórios que não param de surgir e te dá a sensação de estar jogando um outro jogo. Eu até gostei das batalhas no modo tanque e acho justificável Batman usar fogo pesado quando os grandes vilões têm acesso a armas de destruição letais. A verdade é que alguns jogadores acharam isso meio apelativo, mas convenhamos, não se destrói um tanque gigante inimigo com um bumerangue e do ponto vista do roteiro eu achei necessário o risco. O que decepciona mesmo com o batmovel é que no final a forma mais rápida de se locomover por Gotham City ainda é o uso do gancho, ou seja, acabei percebendo que só usei o carro quando o jogou me forçou para isso ou apenas nos primeiros momentos de gameplay.

Descubra quem é o vilão inédito da série, o Arkham Knight.

Batman: Arkham Knight traz de volta mais vilões clássicos, a caça aos troféus do charada e quebra-cabeças já conhecidos da série. As Dlcs são muitas e a possibilidade de jogar até com a Arlequina fez a felicidade de muita gente. O final do jogo me decepcionou um pouco, dando ao último título da série uma posição abaixo do Arkham City, mas que jamais pode-se dizer que fez feio. O jogo é incrível, imersivo, repleto de conteúdo e cumpriu seu papel em entregar uma experiência digna aos fãs e novos jogadores da série. O patamar estabelecido pela série Arkham dificilmente será alcançado por outro jogo de super herói e não há dúvidas que Batman: Arkham Knight fechou a série com chave de ouro. Resta saber o que a Warner Bros e Rocksteady podem fazer com taciturno mais amado dos quadrinhos ou quem sabe trazer um novo herói (cough…. Super Homem) da  DC para brilhar nos games como nunca se viu antes. Batman: Arkham Knight pode ser encontrado para Playstation 4, Xbox One e PC.

 

 

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: