Taylor Swift mostra no AMA que o seu reinado continua expandindo

5 (100%) 1 vote

Conforme já fora dito no portal, Taylor Swift tem mãos privilegiadas: onde a artista toca, vira ouro. Seus projetos, mesmo que subestimados ou desafiados a princípio, sempre surpreendem o público, a mídia, a indústria da música e todos aqueles que observam o poder da diva pop crescer mais e mais. Não poderia ser diferente no American Music Awards, uma das principais premiações da música pop norte-americana.

Taylor abriu a premiação com uma apresentação esmagadora de I Did Something Bad”, faixa do álbum “Reputation”. A força, dramaticidade e carga em todos os elementos da apresentação, como o cenário gigante, a coreografia potente e a presença de palco absurda de Taylor, que marcou cada frase inserida na música com muito significado, construíram um show impecável. Veja:

A cobra gigantesca (ironia que marca a era Reputation) e a linguagem corporal de empoderamento de Taylor, assim como a própria mensagem passada na música, deixaram o público boquiaberto.

Quem achava que Taylor surpreenderia apenas com a apresentação, no entanto, se enganou. Swift fez história na noite do dia 9 e se tornou a maior vencedora da história do prêmio criado em 1974, com um total de 24 troféus. Com tal feito, ultrapassou o recorde de Whitney Houston, que ganhou 22 categorias ao longo da carreira.

Taylor ganhou os prêmios de melhor turnê, artista do ano, melhor álbum de pop/rock e melhor cantora de pop/rock. O seu discurso foi carregado de teor político, importantíssimo para o contexto atual. A cantora afirmou: “Todos os prêmios dados nesta noite foram votados por pessoas. E outra coisa que possui votação popular são as eleições de meio de mandato no dia 6 de novembro. Saiam de casa e votem”. 

Disse, ainda: “Todas as vezes em que ganho um prêmio significa algo diferente. Este (de artista do ano) representa encorajamento e motivação para que eu sempre seja melhor, trabalhe mais duro e tente fazer com que meus fãs fiquem orgulhosos de mim”.

Twitter / AMA / Reprodução

Independentemente de todo o hate recebido, nada mais resta além de sentar e observar o reinado de Taylor, cada vez mais forte e expressivo.

Leave a Reply

%d bloggers like this: