Compra da Fox pela Disney está cada vez mais próxima

Rate this post

Quando o chefe convoca uma reunião para dar os rumos dos funcionários no futuro em que haverá uma absorção da empresa por outra megacompanhia é sinal de que a negociação está perto de sua confirmação de fato.

Foi exatamente isso o que aconteceu no dia de hoje, com o presidente da Fox, Peter Rice, realizando uma reunião sobre o futuro da empresa e Rupert Murdoch após a venda para a Disney, o que necessariamente mexe com quem vai e com quem fica após a junção das duas empresas sob o telhado da Casa do Mickey.

De acordo com a Variety, o acordo está para ter todos os detalhes concluídos até o primeiro de janeiro de 2019, ou seja, menos de 4 meses até termos tudo pronto. E isso é importante por vários motivos, o mais estampado para os fãs da cultura pop, claro, sendo a volta dos X-Men e do Quarteto Fantástico para a Marvel e sua inclusão no MCU, além das HQs, obviamente.

Entretanto, pouco se foi dito sobre mudanças na direção das produções Fox após o acordo. Simon Kinberg disse recentemente que, embora não pudesse dar mais informações sobre o acordo, nada tenha sido sinalizado sobre mudanças nos projetos atualmente em desenvolvimento, como a Fênix Negra, Deadpool de Natal e o filme dos Novos Mutantes.

Nada de muito conclusivo sobre o futuro dos personagens Fox.

“Quanto ao status (do negócio), eu não posso falar, pois está acima do meu pagamento, mas continuamos a fazer os filmes que estamos fazendo e desenvolvendo filmes que viemos desenvolvendo por anos, como Gambit, ou finalizando filmes, como Novos Mutantes, Fênix Negra e Deadpool, que sai neste Natal, além de outros, como o Homem-Múltiplo; outros filmes que estivemos trabalhando, continuamos a fazê-lo”

Fica-se o mistério sobre o futuro da Fox, mas como destaca o artigo da Variety, a Disney sempre fez transições do tipo de modo muito produtivo, e isso não se pode negar. Exemplos são a Pixar, a LucasFilm e, claro, a Marvel. Contudo, só saberemos o tom da Fox e de suas produções em 2019.

Vale lembrar ainda que a urgência pelo fechamento do acordo é que a Disney pretende estrear seu serviço de streaming no ano que vem, e nada melhor do que enriquecer seu repertório do catálogo com o repertório da Fox.

Leave a Reply

%d bloggers like this: