Titans – Primeiras Impressões

5 (100%) 2 votes

Para quem esperava uma série da DC COMICS nos mesmos padrões da Netflix ou CW se enganou “bonitinho”. Titans aparece como a nova promessa da produtora que fez questão de mostrar os super-heróis de uma maneira enxuta e direto ao ponto. Sem aquela demora para explorar os personagens ou para a trama acontecer. Claro que aqui temos alguns flashbacks do passado de Dick Grayson desde o acidente com sua família até alguns momentos dentro da mansão Wayne, o que não tira o brilho da projeção. Mas, o que empolga de verdade com o passar do episódio são as cenas de ação que, diga-se de passagem, contém muita violência e coreografias de lutas excitantes. Ou seja, além do serviço de streaming, que ainda não chegou no Brasil, o seriado começou com o pé direito.

Em Titans podemos observar uma Ravena ainda jovem, adolescente, que ainda tem muito o que aprender sobre seus poderes. Porém, o interessante é que a partir dela toda a trama se desenvolve. Ela acaba tendo alguma ligação com os outros personagens principais, que ainda têm muito o que aparecer e mostrar para que vieram. O Robin, que rouba a cena tanto com seu uniforme como sua maneira de encarar os fatos, bem diferente do seu antigo parceiro, mostra um Dick Grayson mais violento em sua atuação contra o crime, o que levanta duas questões: qual seria o motivo dele ter se separado do Batman e por que usaram o primeiro Robin com características tão semelhantes ao segundo (Jason Peter Todd)?

No primeiro episódio contamos também com a presença de Estelar que aparece na Áustria um pouco deslocada após uma balada e sendo perseguida por um vilão que já apareceu, inclusive, no seriado Arrow: Konstantin Kovar. Estelar pode ter aparecido rapidamente, porém, teve uma sequência de ação bem expressiva com suas habilidades de luta e demonstrando seu poder de fogo que aparenta poder queimar até o inferno, se tiver vontade. Por último, aparece Mutano apenas com uma transformação, mas nada que influencie a história por enquanto. Portanto, basta esperarmos os próximos capítulos que grandes surpresas nos aguardam, principalmente pelo seriado ter uma visão sombria e com superpoderes muito bem utilizados, como todo quadrinho de super-heróis em adaptação para a TV, coisas fantásticas precisam acontecer para chamar a atenção

O primeiro episódio foge das cidades fantasia dos quadrinhos como Bludhaven, e entra em locações reais como Detroit, Áustria e Washington. Vale também destacar a caracterização e maquiagem de cada personagem, que além de sombria, deu um viés humano tanto para Ravena e Estelar, quanto um “sex appeal” badass pro Robin.

 

SEGUNDO EPISÓDIO

Confesso que a expectativa foi grande em relação ao segundo capítulo de Titans, já que tantos seriados antigos nos decepcionaram, para sempre, a partir dos episódios seguintes ao piloto. Mas, a DC parece ter acertado a mão dessa vez em seriados televisivos e montou uma continuação ainda mais instigante. Podemos observar a jornada entre Ravena e Robin, dessa vez com dois novos personagens com direito a um passado misterioso entre eles: Rapina e Columba.

Sem saber o que fazer com Ravena ou o que ela esconde, Dick Grayson vai até o casal para nortear a situação. Chegando lá, o passado dos três acaba sendo relembrado e aí a história começa a se desenrolar  com várias sequências de lutas, até mesmo entre os heróis (no spoilers here!). Dessa vez, nem Estelar nem Mutano aparecem, o que já deixa a gente de orelha em pé para os próximos episódios. E para quem não percebeu, há um easter-egg com uma foto num quadro da personagem Donna Troy, a Moça Maravilha, que já tem presença confirmada em algum capítulo adiante.

 

Nota:

One thought on “Titans – Primeiras Impressões

Leave a Reply

%d bloggers like this: