Liga da Justiça | Confira os comentários dos redatores da MaxConPE sobre o filme da DC

5 (100%) 6 votes

Parte da equipe de redatores da MaxCon já assistiu a Liga da Justiça nos cinemas, e resolvemos passar para o nosso público o que cada um achou do filme. Confira abaixo os comentários dos nossos redatores e comentem de quem você concorda ou discorda logo após o post.

Felipe Moura

Com o tom humorístico dosado e um roteiro contido, o filme da Liga da Justiça agrada muito os olhares dos fãs e do público em geral. Apresentando seus membros um de cada vez, mesmo que corrido, mas da forma que tem que ser, divertida e sem tirar a seriedade do momento próprio dos personagens. Apresenta muito bem o contexto em que a cidade e o mundo se encontram depois da morte do superman. Apesar de alguns furos de roteiro, personagens pouco explorados (Cyborg) e um vilão descartável e que não bota medo em ninguém, a DC esta no caminho certo para chegar no topo, trabalhando um filme de cada vez.

Alex Vasconcelos
Blockbuster fiel ao gênero, Liga da Justiça traz um enredo enlatado e previsível, com piadinhas a la Marvel distribuídas sem dó. Abandona quase que completamente o tom sobrio de Snyder e traz a luz do dia na maioria das cenas, o que rendeu ótimos visuais. O Aquaman do Jason Momoa estava sobrando no elenco, poderiam ter encaixado o personagem em outro momento, enquanto o Flash do Ezra Miller esbanjou carisma e facilmente foi o destaque do filme, embora tenham exagerado um pouco e por vezes Barry soava como um stand up comedy ambulante. Bobo, mas divertido, o filme é uma boa representação do gênero atual e traz cenas de ação incríveis.
Anderson Siqueira

Eu adorei o filme! Achei muito legal os primeiros minutos que nos remete muito a arkhan origins, o Ben Aflleck mostra mais uma vez que sabe o que faz. O Ezra Miller com suas caras e bocas que me arrancou muitas gargalhadas, e que velocidade senhoras e senhores. Um Arthur bad bem ao estilo Wolverine foi uma ótima sacada, um rei que não quer reinar. Todos os heróis muito bem aproveitados durante o filme. Um Ciborgue em desenvolvimento e aos poucos se aceitando no mundo. O Superman, que já não era segredo que voltaria nos dando um pouco de demonstração do seu poder e com um novo traje um pouco mais claro, uma clara homenageando a coloração de seu traje nos quadrinhos, acredito eu. O lobo da estepe, um inimigo sem “mimimi” que luta intensamente nos momentos que é apresentado. As guerreiras de Temiscira que deixam claro que mulher nunca foi sexo frágil. E a Gal….Ah Gal! A melhor atriz/heroína de todos os tempos, dona do primeiro melhor filme de super heroína da DC, e de super herói de 2017, sejamos sinceros. Não poderia deixar de comentas as duas cenas extras, uma clara homenagem a série Smallville (sem mais detalhes!) e Claro uma suposta deixa para um dos próximos filmes da DC. Que filme senhoras e senhores, pensado em ver outra vez.

Eurico Santos
Um filme menos pretenso à filosofia de BvS e ao lirismo de Mulher-Maravilha, Liga da Justiça entrega um filme que funciona bem do lado dos heróis, mas nem um pouco do lado oposto, com um vilão muito aquém do esperado. Um Batman convincente, um Flash espetacular; uma Mulher-Maravilha ainda mais imponente (sério, essa mulher não para de surpreender nunca?) e um Superman digno. Aquaman e Ciborgue mais apagados e algumas falhas no roteiro não apagam uma estreia belíssima da Liga e a fundação para os vindouros filmes DC, que caminha a passos
lentos, mas no caminho certo.
Vandeson Nunes
Confira a analise completa do filme clicando aqui!

Leave a Reply

%d bloggers like this: