Análise | O Matador

5 (100%) 2 votes

O velho oeste brasileiro esta na Netflix…..ou melhor, o velho nordeste! O primeiro filme brasileiro original Netflix, O Matador com certeza merece entrar para o hall de melhores filmes produzido no nosso país.

O longa O Matador, conta a história de Cabeleira (Diogo Morgado) um temido assassino de Pernambuco que quando criança foi deixado a mercê da sorte, mas graças ao destino, foi encontrado e criado pelo cangaceiro Sete Orelhas (Deto Montenegro)  que lhe ensinou tudo que precisava saber para sobreviver naquela terra sem lei governada pelo  francês (Etienne Chicot) um tirano que tira tudo de todos quando quer.

Com uma ótima fotografia, o filme lembra, ou melhor, é um faroeste com grande conteúdo, recheado de cenas de ação, alivio cômico em sem exagero, romances explícitos e muita emoção afetiva.

A escolha do elenco também é perfeita, e todos os atores estão de parabéns, de coadjuvantes a atores principais. Gostaria de deixar destacada aqui a participação do ator Paulo Gorgulho, veterano de filmes brasileiros e novelas que tem  um dos melhores momentos do filme. Destacar também a atuação das atrizes Daniele Gelli  e Maria de Medeiros, que tem personagens de muita importância na trama e bastante peso emocional em seus momentos no longa.

O filme é indicado para quem curte ação com pouca comédia, drama, faroeste, cowboys  e quem aprecia a justiça. Retrata também o efeito da ganancia no homem, a mão de ferro de governantes que não pensam em seu povo desprovido de oportunidades. Mas mostra também que muitas vezes a justiça tarda mas não falha. Com direção, produção e roteiro de Marcelo Galvão, o filme é uma ótima opção para usuários do Netflix.

Já assistiu O Matador? Gostaria de acrescentar algo a nossa análise? Deixa aqui nos comentário se gostou ou não do filme e o que achou da nossa análise.

 

Nota:  

 

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: