Análise | Ghostland

5 (100%) 1 vote

Ghostland ou Incident in a Ghostland é um filme que conta a história das irmãs Beth e Vera e de sua mãe, Colleen que herda uma casa de sua falecida tia, até ai tudo ótimo, não fosse o fato de que elas não são as únicas pessoas ali naquela noite. Invasores extremamente violentos entram na casa e Colleen fará tudo que pode para proteger suas filhas. O longa da um salto no tempo, para exatos dezesseis anos após os eventos ocorridos na casa. Beth agora adulta, casada e com um filho, é uma escritora de muito sucesso e tem seu mais recente livro como sendo um dos melhores já escritos, livro esse que da nome ao filme: Incidente na Terra Fantasma. Um pesadelo e uma ligação de Vera durante a noite fazem com que Beth retorne a casa e se depare com situações um tanto estranhas… e esse é o enredo do filme de terror dirigido por Pascal Laugier que também é o roteirista do filme, homem responsável também por Martyrs de 2008 que também parece ser muito bem vistos pelas críticas.

 

Ghostland não tem nada de inovador no quesito terror. Uma casa escura num lugar muito esquisito e propício a receber psicopatas a qualquer momento, aqueles sustos que todo filme de terror tem, e um mistério a ser revelado.  Então porque razão você deveria assistir a mais recente obra de Laugier? Por que, apesar de possuir todos esses elementos repetitivos já vistos em grandes obras de terror e em enormes fracassos de bilheteria, aqui tudo isso funciona sim e te digo mais, funciona muito bem mesmo por sinal. Assim que Colleen e suas filhas entrarem em sua nova casa, não pisque! O longa vai te ganhar após os primeiros 10 minutos de inicio.

 

 

O filme tem lá suas falhas em alguns momentos, você vai se perguntar o porquê de muitas situações apresentadas, mas a paciência é um elemento importante aqui, pois todo o roteiro foi muito bem escrito e tudo fará sentido no final ainda que você discorde de pontos como a irresponsabilidade de uma certa mãe de não trancar portas ou o quão desqualificado um policial pode ser. Mas não esqueça, é um filme de terror e situações assim precisam acontecer pra que a trama funcione, e o filme não foi vencedor do Festival de Cinema Fantástico de Gérardmer atoa. O elenco conta com Mylène Farmer, Emilia Jones(jovem Beth), Crystal Reed(Beth adulta), Taylor Hickson(jovem Vera), Anastasia Phillips(Vera adulta).

Dos muitos filmes de terror que vi neste ano de 2018, Ghostland me surpreendeu muito, me cativou e chamou bastante minha atenção. Eu tinha visto um outro trabalho do diretor, o longa O Homem das Sombras(2012) e gostei bastante na época e agora não foi diferente. Um roteiro bem apresentado e com uma história que merece ser vista não só pelos fãs de terror, mas pra quem curte suspense também. O filme não tem uma data de estreia aqui no Brasil, então você terá que usar aquele jeitinho para conseguir assistir e ainda está legendado mas vale muito a pena o pequeno esforço, pois se você está buscando um filme com conteúdo ao invés de somente sangue e violência gratuita parabéns, você encontrou o filme certo.

 

Nota:   

 

 

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: