MaxRetrogames | Cadillacs and Dinosaurs

5 (100%) 6 votes

O rei dos arcades brasileiros, o verdadeiro T-Rex dos beat ‘em Up, Cadillacs and Dinosaurs é quase uma unanimidade no mundo dos games e tem uma legião de fãs fiéis até hoje. Lançado em 1993 pela Capcom, curiosamente, o mesmo ano de lançamento do filme Jurassic Park, que fez praticamente toda criança desejar ser paleontólogo na época.  Bom, as maiorias dessas crianças não viraram paleontólogos, mas muitas continuaram como gamers apaixonadas.  Jogue esses elementos e coloque um grupo de lutadores dirigindo um Cadillac disposto a salvar o mundo e tenha um dos jogos mais saudosos de todos os tempos.

Baseado nos quadrinhos Xenozoic Tales de Mark Schultz, Cadillacs and Dinosaurs trouxe para o gênero beat ‘em up um mundo pós-apocalíptico com uma histórica que não importava tanto para aproveitar o game. Em resumo, o ano é 2513, em um mundo não tão futurista como imaginam, já que a humanidade passou centenas de anos vivendo no subterrâneo apenas sobrevivendo com pouco recurso. Ao sair para a superfície, a humanidade descobre que estão entre os dinossauros novamente e precisam lidar com um grupo de terroristas conhecidos como Black Marketers, que pretendem usar os dinossauros para dominar o novo mundo.

Os improváveis heróis são quatro, o mecânico Jack Tenrec e seu tradicional coturno e calça jeans, conhecido por ser um personagem com poder equilibrado, a cientista Hannah Dundee e seu característico decote, sendo a personagem mais rápida e com menos força do grupo, que era uma característica da maioria dos personagens femininos nesse gênero de jogo (como Blaze de Streets of Rage). Completam o time o engenheiro Mustapha Cairo (meu favorito), um verdadeiro mestre da voadora na cara, com seu clássico boné, e Mess O’Bradovich, o clássico personagem lento com habilidades de agarrão,semelhante as habilidades de Haggar de Final Fight . Vale lembrar que a Capcom desenvolveu ambos Final Fight e Cadillacs Dinosaurs o que fez a empresa ser uma das maiores dos arcades na década de 90. Qualquer semelhança entre esses dois jogos não é mera coincidência.

O diferencial em Cadillacs and Dinosaurs não está só em unir elementos clássicos do gênero beat ‘em up, mas em executar a maioria deles com maior competência. O uso de armas brancas e de fogo ainda não era muito usado em jogos da época, sendo em Cadillacs and Dinosaurs um dos recursos mais aprimorado. Todos adoravam pegar as armas encontradas e usá-las contra os inimigos. O arsenal ia de metralhadoras, shotguns e até bazucas. Com isso, os efeitos sonoros do jogo também tiveram que ser espetacular para seu tempo, pois precisam reproduzir não só o som dessas armas, mas de dinossauros, personagens com vozes digitalizadas e o motor do Cadillac que tinha sua própria fase para sair atropelando os inimigos sem pisar no freio.  O visual colorido trazia gráficos excelentes em comparação a outros jogos da geração de ouro nos arcades. O multiplayer evoluiu com a série, oferecendo a possibilidade de ataque em duplas o que fazia o jogo ser ainda mais divertido quando jogado com um amigo, ou dois, pois o game contava com a opção de até três jogadores, embora Captain Commando (também da Capcom) já oferecesse a opção de quatro jogadores simultâneos em beat ‘em ups. A interação com os dinossauros era interessante, pois de acordo com a história, eles eram pacíficos e seu comportamento só se alterava caso alguém os atacassem. Quando surgiam no cenário, geralmente eram verdes, e só mudavam de cor após levar algum hit, daí ficavam vermelhos e agressivos. Os dinossauros não eram os reais inimigos aqui, mas sim a facção que os estavam transformando em armas domáveis.

A série ainda vive?

Apesar do sucesso, o Cadillacs and Dinosaurs original nunca recebeu uma versão para consoles caseiro.  A série recebeu uma  sequência para PC e Sega CD chamada Cadillacs and Dinosaurs: Second Cataclysm, lançado dois meses após o original com um gameplay totalmente diferente, sendo um shooter on rail, sendo um fracasso em vendas e recepção  dos fãs. Após isso, uma sequência foi até cogitada pela Capcom que enfrentou um processo iniciado pela General Motors por usar a marca de um dos seus carros no jogo e exigir seus direitos por isso. Assim, a Capcom preferiu recuar não só com o nome da série, mas dar o fim por ali com esse nostálgico game que deixou saudades.  É provável que a Capcom também tenha feito isso por já possuir bastantes títulos do gênero beat ‘em up com sucesso consolidado. Atualmente, esse gênero não é famoso entre os gamers da nova geração, o que afasta ainda mais a possibilidade de uma possível sequência ou remake, além do processo com a GM que forçaria a Capcom a mudar o nome do jogo. No mais, fica por conta dos emuladores a missão de nos fazer reviver um dos melhores jogos de arcades que o tempo não parece envelhecer, muito menos entrar em extinção como os dinossauros.

Leave a Reply

%d bloggers like this: